Homenagem a Jerônimo Soares- Um gravador popular
 

 

Mais de 80 artistas entre cantadores repentistas, cordelistas, aboiadores, gravadores, atores e pesquisadores mostrarão o amplo universo da literatura de cordel e da poesia repentista feita fora do nordeste.  

Telefone do Centro Cultural Canhema: 4075-3792 ou 4071- 0092

Coordenadora: Maria Láudia

Produção e curadoria : César Obeid

 

leia aqui o cordel que escrevi sobre o evento!

 

Sinopse - Durante o mês de Agosto de 2004 o Centro Cultural Canhema, que é sede da casa do Hip-Hop, vai receber essa ampla programação de poesia popular que fará uma justa homenagem à Jerônimo Soares, um dos maiores nomes da gravura de cordel e residente no próprio bairro Canhema.

Período do evento- De 05 a 27 de Agosto

 
Como chegar no Centro Cultural Canhema
 

De carro: Pegar a Imigrantes, passar o Frango Assado, entrar a direita na saída 16 (Pedágio - R$ 1,00); Virar a esquerda na R.Fábio Eduardo Ramos Esquível,

que é a rua principal, entrar a direita na Placa Imigrantes - São Paulo e cruzar a rua, seguir reto e dobrar a direita na Rua 24 de maio. O Centro Cultural Canhema fica na esquina.

De ônibus: Do terminal Jabaquara saem os ônibus Ferrazópolis ou Piraporinha. Descer na Parada Canhema.

 

PROGRAMAÇÃO

05/08 - Quinta feira às 19h – Abertura do evento

Coquetel e inauguração da exposição permanente “Xilo, Cordel e Repente”.

Show de abertura com o cordelista paulistano César Obeid que entre histórias e improvisos fará a interpretação do cordel de sua autoria em homenagem à Jerônimo Soares. Participação especial do poeta aboiador Vavá do Bexiga (Uauá-BA) lançando seu mais recente CD “Vavá do Bexiga – Declamando e cantando o sertão” - Lançamento do catálogo "Mestre Jerônimo - A Poética Fantástica na Xilugravura.

Exposição “Xilo, Cordel e Repente”

A exposição mostra o universo tradicional dos cantadores de viola no chamado “Pé de Parede” e também a evolução histórica da literatura de cordel e dos cordéis produzidos pelo Núcleo de Cordel de Diadema.

Curadoria: César Obeid,

Fotos: Cristhian Montagna

Xilogravuras e matrizes: Jerônimo Soares, Nino Soares e Nireuda Longobardi

07/08- Sábado - às 16h

Espetáculo teatral “Sinhá Moça Lobisomem” inspirado nos cantadores repentistas, nos cordelistas e nos caipiras paulistas. A peça é baseada na cultura popular brasileira, uma divertida comédia que traz danças, músicas e bonecos tradicionais da região do Vale do Paraíba, numa mistura de lendas, causos e festas que ainda hoje povoam o imaginário do povo do interior. 

Texto: Conceição Fenille Molinaro.

Direção: Professor Paulo Felício

Elenco: Alunos da Escola Profissionalizante de Artes Cênicas “Maestro Fêgo Camargo” de Taubaté.

11/08- quarta-feira- às 19h –

Exibição do vídeo “O Homem que Virou Suco”  (Brasil- 1980)

Um migrante nordestino contador de cordel e recém chegado a São Paulo é confundido com um operário que matou o patrão. Decidido a provar a sua inocência, é obrigado a se esconder da polícia. Prêmio de melhor filme no Festival de Moscou .

Direção: João Batista de Andrade

12/08- Quinta – feira- às 19h –

Oficina “Construindo e Contando Literatura de Cordel e poesia Repentista”.

Visa apresentar a Literatura de Cordel nordestina como forma de narrativa para iniciar o treino da escrita, leitura e escuta em versos.

Público - alvo: Educadores da educação infantil, ensino médio e fundamental, agentes e mediadores de leitura, bibliotecários e interessados em geral. 

Com César Obeid.
13/08- Sexta-feira- às 19h-

Show “ Aboios e Canções”.  Nem toda cantoria é improvisada. As toadas de aboios, que são referentes ao ciclo do gado, são demonstradas no trabalho da dupla de irmãos aboiadores de Careiras (SE),  Zé de Zilda e Noé de Lima. As canções do universo da cantoria como “O Velhinho do Roçado” e “ Menina de doze anos” serão realizadas pelo cantador Passo Preto da Bahia (Seabra) e por Orlando Dias (Cedro- CE)

14/08- Sábado- às 16h-

Espetáculo “Cordel” baseado em histórias extraídas da inteligente e encantadora literatura oral nordestina.  Temas  como religiosidade, fanatismo, traição, idolatria e amor são abordados de maneira tipicamente nordestina.   

Produção: Curso Técnico Profissionalizante de Teatro do Conservatório Carlos Gomes de Campinas (SP). 

Direção: Rubens Teixeira

Elenco: Alunos da escola

17/08- Terça- Feira - às 15h

Contação de História, “Os Cordéis”. Histórias da literatura de cordel da tradição oral são contadas e ilustradas com figuras de barbante.

Com Silvia Lopes e César Obeid

19/08 quinta - às 15h-  

Espetáculo “Feira de Cordel”. Em uma tarde na feira, um vendedor de cordel anuncia seu novo exemplar: “A vingança de um moribundo”. O texto é escrito em versos da literatura de cordel.

Texto: Neto Medeiros

Direção: Grupo Cia Panturrilha de Teatro da Cooperativa Paulista de Teatro.

Elenco: Neto Medeiros, Elisangela Duarte e Lanna Moura

20/08 – Sexta-feira - às 19h –

Show com os cantadores repentistas nordestinos Zé Luiz (Bonito- PE) e Manuel Ferreira (Milagres- CE) residentes na cidade de Diadema.

21/08 – Sábado -  às 19h

Lançamento do livro “Com o pé direito na Frente” do poeta Moreira de Acopiara- (Acopiara - CE) e declamação de poemas e cordéis de sua autoria.

22/08 – Domingo – 15h

Grande Final do 2º Festival de Cantadores Repentistas da Cidade de Diadema.

08 poetas repentistas, selecionados de duas eliminatórias realizadas em parceria com a UCRAN- União dos cantadores Repentistas e Apologistas do Nordeste, desenvolverão temas de improviso sugeridos pela mesa julgadora.

 

Os cantadores desenvolverão 04 modalidades com cinco minutos cada:

- Sextilhas (estrofes de seis versos)

- Mote em Sete (estrofes de dez versos, sete sílabas)

- Mote em dez (estrofes de dez versos, decassílabos)

- Modalidade livre – (o universo da cantoria do nordeste agrega inúmeras modalidades, dentre elas “Pé da Cajarana”, “oitavão rebatido”, “galope a beira mar”, entre outras)

Para comprovar que todo o trabalho será feito de improviso, os motes serão sorteados na hora e na frente do público.   

 

ELIMINATÓRIAS

08/08 e 15/08 - 17h - 24 repentistas duelarão disputando as 8 vagas para participar da grande final dia 22/08.

Na sede da UCRAN (União dos Cantadores Repentistas e Apologistas do Nordeste)

Rua Teixeira Leite, nº 263 - Tel  (11) 3208-0819

25/08 - quarta feira- às 15h-

O Cordelista e Mamulengueiro, mestre Valdeck de Garanhuns, contará cordéis de sua autoria e apresentará o “boneco Benedito” com humor e participação do público.    

26/08 - quinta às 19h –

 Mesa de e debates – “Xilo, Cordel e Repente - O que foi e o que é”.

Artistas populares e pesquisadores debatem e discutem o tema comprovando a atualidade da manifestação mesmo longe do nordeste. Com Ernesto Donas, etnomusicólogo uruguaio doutorando em cantoria de viola nordestina feita em São Paulo, Cordelista Cícero Pedro de Assis ( Caruaru- PE) e outros.  Mediação: César Obeid

27/08- Sexta- Feira às 19h

Apresentação do Cordelista e músico Costa Sena (Fortaleza- CE). Recitará cordéis e cantará músicas apropriadas do universo da literatura oral.